RODAPE IPTU2019

Prefeitura realiza mais uma ação de tratamento contra a Esquistossomose no Povoado Brasília

Prefeitura realiza mais uma ação de tratamento contra a Esquistossomose no Povoado Brasília Destaque

A Prefeitura de Lagarto, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), realizou nesta quarta-feira (16), ação de tratamento contra a Schistosoma mansoni, verme causador da esquistossomose, doença popularmente conhecida como “Barriga d’água”.

A ação aconteceu na Unidade Básica de Saúde do Povoado Brasília, durante toda a manhã, com o objetivo de eliminar os danos causados à saúde da população vulnerável, mediante a presença dos profissionais de saúde: o médico Dr. José Martins Barreto, Andréa de Souza (enfermeira), Renilson de Carvalho (diretor), Josefa Solange de Brito (técnica) e mais duas estagiárias, juntamente com representantes do Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde: Jaillen Carla Santos (enfermeira) as estagiárias da UFS Larissa Tayná Gomes e Giovanna de Araújo, bem como o pessoal do Centro de Controle de Zoonoses: Vilma Fraga (gerente), Jirlane Santos (supervisora dos programas), Luís Jorge Pinheiro (técnico e entomologista) e Diego Batista (agente de endemias).

Também estiveram presentes os Acadêmicos da AGES: Eliene Santos, Heloísa Barbosa, Gabriele dos Santos, Amanda Santos, Rejane dos Santos e Jonas Oliveira, que juntos honraram o evento direcionado ao tratamento de pessoas infectadas pelo parasito Schistosoma mansoni.

Prefeitura realiza mais uma ação de tratamento contra a Esquistossomose 6

A metodologia foi baseada no uso de Praziquantel (600 mg.), conforme recomendação do Ministério da Saúde.

De acordo com dados divulgados pelo Programa de Controle da Esquistossomose (PCE), em 2019 os resultados dos trabalhos no Povoado Brasília foram os seguintes: dos 1.661 exames parasitológicos de fezes realizados, foram diagnosticados pelo Laboratório Municipal que 68 pessoas estavam com a verminose, das quais 24 foram tratadas logo em janeiro deste ano e as outras 42 tratadas no último dia 16 deste mês de outubro. Dessa forma, tratamos um total de 68 pessoas positivas. Os pacientes receberam dose única desse medicamento e depois foram entrevistados individualmente pelos Acadêmicos da AGES que também deram orientações sobre a verme e os cuidados para evitar a contaminação, demonstrando a importância do tratamento no controle da doença.

A gerente do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Vilma Fraga, informa que as atividades de busca ativa de portadores da verminose no Povoado Brasília já foi encerrada no mês de setembro.

O técnico e entomologista, Luís Jorge Pinheiro, responsável pelo Programa, afirma que o tratamento foi bem sucedido porque todas as pessoas positivas compareceram ao local para receber e tomar os comprimidos. Foi mais uma ação com o objetivo de eliminar os danos causados à saúde da população local, contribuindo assim para a redução da transmissão da doença, cuja população carente tem mais probabilidade. O Programa de Controle da Esquistossomose é uma atividade complementar de vigilância da rotina da doença.

Foi implantado no município de Lagarto em 1990, com a finalidade de divulgar mais amplamente a doença, suas formas de transmissão, prevenção e tratamento, bem como reduzir a prevalência, visto que a "barriga d’água" está disseminando e atinge as regiões vizinhas. Esse trabalho chamou a atenção especialmente das pessoas que frequentam ou frequentaram: lagos, represas, açudes, rios, riachos e pântanos, seja para nadar, lavar roupa, banhar animal, pescar ou tomar banho.

Um estudo malacológico (moluscos de importância epidemiológica incluindo os caramujos) realizado também no mesmo período foram coletados 116 moluscos representados por 3 espécies de 3 famílias. Foram capturados 92 exemplares de Biomphalaria glabrata, 9 de Pomacea sp e 15 Melanoides tuberculatus. Descobrimos que o molusco que predomina nas coleções hídricas da localidade é um Planorbídeo do gênero Biomphalaria e da espécie B. glabrata, que é o hospedeiro intermediário do Schistosoma mansoni responsável pela transmissão da doença.

O Programa de Controle da Esquistossomose no município de Lagarto, tem contribuído muito para a redução da prevalência e das formas graves da doença como a hepato-esplenomegalia.

Para maiores informações procure o Centro de Controle de Zoonoses de Lagarto (CCZ) pelo telefone (79) 3631-1260 ou pessoalmente na Rua Gustavo Hora S/N no Bairro Pratas.

Ler 102 vezes Modificado em Sábado, 19 Outubro 2019 15:23

RODAPE IPTU2019