Através do Núcleo de Educação Permanente em Saúde SMS realizou palestras para Agentes Comunitários de Lagarto

Através do Núcleo de Educação Permanente em Saúde SMS realizou palestras para Agentes Comunitários de Lagarto Destaque

O Agente Comunitário de Saúde – ACS tem um papel fundamental no acolhimento, pois faz parte da comunidade, facilitando a criação de vínculos e o contato direto com a equipe da atenção básica.

3

Este servidor cria um vínculo com a população, é alguém de referência, de confiança para as famílias, é quem conhece a realidade e a rotina de cada uma destas.

Por isso a Secretaria Municipal da Saúde está sempre atenta em manter sua equipe atualizada, e por isso nos dias 15 de agosto e 12 de setembro realizou uma palestra com a Assistente Social do INSS Maria Cleane, que conversou com esses profissionais sobre aposentadoria e outros benefícios que contemplam o lavrador.

Maria Cleane explicou sobre os benefícios oferecidos pelo INSS, quais os direitos dos agricultores, abrindo espaço para discussão e apresentação de casos vividos pelos ACS, para que os mesmos pudessem tirar dúvidas e saber como agir diante as situações que costumam acontecer com alguma frequência.

6

“Uma primeira palestra com esse mesmo tema já havia sido realizada no mês de janeiro com as equipes da Colônia Treze. Diante do resultado satisfatório trouxemos a proposta para as demais áreas do município, deixando toda a equipe ainda mais preparada para um melhor atendimento à população” salientou Cleverton Oliveira, Secretário de Saúde.

Durante o encontro, a palestrante falou sobre os tipos de benefícios e quem tem direito aos mesmos, como:

• Aposentadoria (por idade, por tempo de contribuição, especial e por invalidez);
• Benefícios para a família (salário-maternidade, salário-família, auxílio-reclusão e pensão por morte); e
• benefícios por incapacidade (auxílio-doença e auxílio-acidente).

Outro tema abordado foi quanto ao benefício operacionalizado pelo INSS como o BPC/LOAS (Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social) que é destinado à pessoa com deficiência ou doença e idosos (65 anos), no valor de um salário mínimo.

4

Um outro ponto importante que foi discutido foi em relação ao cuidado que se deve ter com os comprovantes necessários na hora de fazer o pedido do benefício, pois, como afirmou a palestrante, o INSS é um órgão governamental burocrático, e não basta apenas dizer que é trabalhador rural, é preciso provar, e as pessoas têm dificuldade de entender essa forma de trabalho, e muitas vezes não apresentam as provas ou as provas corretas para os procedimentos do INSS.

5

Ler 129 vezes Modificado em Sexta, 14 Setembro 2018 11:48