Prefeita de Lagarto revoga resolução que permitia abertura do comércio para pagamentos

Prefeita de Lagarto revoga resolução que permitia abertura do comércio para pagamentos Destaque

Nos últimos dias, os casos de pessoas infectadas em Lagarto têm voltado a subir. A prefeita de Lagarto Hilda Ribeiro tem mantido conversas constantes com profissionais da Saúde, com as secretarias envolvidas na linha de frente ao combate ao coronavírus e, sobretudo, com a comissão formada por comerciantes locais que fazem avaliação da crise no Município. Porém, a prefeita decidiu revogar a resolução 03/2020, que permitia a abertura do comércio para pagamentos, ficando autorizadas apenas as atividades essenciais de acordo com o decreto nº 717 de 17 de março de 2020.

“O desejo de Lagarto é o mesmo do resto do planeta, voltar à vida normal. Com a prioridade de salvar empresas e empregos foram buscadas e tomadas as medidas para retomada gradual dos serviços não-essenciais e demais categorias prejudicadas pelo isolamento social. Mas diante do aumento de casos e infelizmente de óbitos no município, tivemos que, a partir desta quarta-feira (14), recuar novamente à fase zero da flexibilização”, disse Hilda.

Na linha de frente desde o início da crise sanitária, o secretário da Ordem Pública e Defesa da Cidadania, Jackson Nascimento, afirmou que este ainda não é o momento para a flexibilização do comércio. “Neste momento, não podemos facilitar para o coronavírus. Infelizmente, muitos cidadãos confundiram a necessidade com irresponsabilidade, porque enquanto muitos procuravam resolver suas pendências no comércio, outros simplesmente estavam a passeio, promovendo aglomerações, se expondo ou expondo o seu semelhante à contaminação. Portanto é uma medida que se faz urgente e necessária”, comentou o secretário.

A suspensão temporária da flexibilização foi anunciada oficialmente na última terça-feira, 14, pela prefeita Hilda. “É bem verdade que temos um número significativo de infectados, poderia ser bem pior, isso graças à compreensão da maioria de nossos cidadãos que obedeceram s determinações dos Decretos Estadual e Municipal e às medidas que a humanidade segue tomando pra se proteger e proteger a quem ama. Mas a Administração segue acreditando que a vida vale mais que a política, que ideologias infundadas, que sugestões descompromissadas com o bem comum. Não queremos perder mais ninguém nesta guerra, que é contra a doença”, concluiu Hilda Ribeiro.

 

Prefeitura de Lagarto

Ações que fazem nossa esperança sorrir

Ler 980 vezes Modificado em Quarta, 22 Julho 2020 12:52