Secretaria de Saúde através do Núcleo de Educação Permanente aborda o tema: “Aposentadoria e outros benefícios que contemplem o lavrador

Secretaria de Saúde através do Núcleo de Educação Permanente aborda o tema: “Aposentadoria e outros benefícios que contemplem o lavrador Destaque

Durante o encontro, a palestrante Maria Cleane, Assistente Social do INSS, falou sobre os tipos de benefícios e quem tem direito aos mesmos

04

Devido a realidade da zona rural, onde muitas pessoas ainda não têm conhecimento acerca de todos os seus direitos, as equipes de ACS (Agentes Comunitários de Saúde) e seus enfermeiros da região da Colônia Treze, apontaram a necessidade de obter informações,Tendo em vista que eles trabalham diretamente com a população, para que, assim, possam ajudar a comunidade da melhor forma, e evitar que a falta de informação acabe se transformando também num problema de saúde.

Durante o encontro, a palestrante Maria Cleane, Assistente Social do INSS, falou sobre os tipos de benefícios e quem tem direito aos mesmos:

• Aposentadoria (por idade, por tempo de contribuição, especial e por invalidez);
• Benefícios para a família (salário-maternidade, salário-família, auxílio-reclusão e pensão por morte); e
• benefícios por incapacidade (auxílio-doença e auxílio-acidente).

Outro tema abordado foi quanto o benefício operacionalizado pelo INSS como o BPC/LOAS (Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social) que é destinado à pessoa com deficiência ou doença e idosos (65 anos), no valor de um salário mínimo.

06

Atualmente é exigido o CAD-único (cadastro único para programas sociais) e documentos pessoais dos membros familiares; não exige contribuição ao INSS para se ter direito, e talvez, este tenha sido o principal ponto da discussão, já que muitos trabalhadores rurais acabam não contribuindo para o INSS e quando precisam, desconhecem este benefício.

Outro ponto importante foi quanto aos comprovantes que devem ser apresentados na hora de fazer o pedido do benefício, pois, como afirmou a palestrante, o INSS é um órgão governamental burocrático, e não basta apenas dizer que é trabalhador rural, é preciso provar, e as pessoas têm dificuldade de entender essa forma de trabalho, e muitas vezes não apresentam as provas ou as provas corretas para os procedimentos do INSS.

05

Após as explicações foi aberto um espaço para perguntas, e os presentes fizeram bom uso desse tempo, dando exemplos e tirando todas as dúvidas.

Diante do resultado satisfatório, a proposta é levar a palestra para as equipes das demais áreas do município, deixando-as ainda mais preparadas para um melhor atendimento à população.

Ler 124 vezes Modificado em Quinta, 01 Fevereiro 2018 15:42