Prefeito Municipal reúne-se com vereadores e discute projetos encaminhados ao Poder Legislativo

Prefeito Municipal reúne-se com vereadores e discute projetos encaminhados ao Poder Legislativo Destaque

Buscando o bom relacionamento com os edis da nossa cidade, o prefeito Valmir Monteiro se reuniu na manhã desta terça-feira, 16, com 11 vereadores que dão sustentação ao Executivo Municipal na Câmara de Vereadores. Apenas não compareceu e justificou o vereador Clayton Moore.

IMG 2131

Na reunião, foram apresentadas pelo gestor municipal, informações sobre o "enxugamento" da máquina administrativa que precisa ser feito para que o município se adeque à Lei de Responsabilidade Fiscal e ao limite prudencial com a contratação de pessoal.

Também foi informado aos vereadores que neste ano de 2017 o município já negociou com o Judiciário o pagamento de precatórios; cinco prestações de RS no valor de 310 mil reais por mês, referentes aos pagamentos que deveriam ter sido pagos pela Administração anterior; já nos meses de outubro e novembro dezembro desta ano, serão pagos mais de 600 mil em cada mês, referentes a precatórios deste ano de 2017.

"Contudo, nos dois casos, as dívidas e o passivo judicial são referentes a administrações anteriores, chegando agora apenas a decisão judicial para que eu cumprisse", disse o prefeito Valmir.

O prefeito também mostrou-se preocupado com a construção de casas populares. "Em breve serão entregues em local há mais de três quilômetros de distância do centro da cidade, no Bairro Alto da Boa Vista, sem nehuma infraestrutura. Moradias estas que só serão entregues se a prefeitura fizer o calçamento ou asfaltamento na estrada onde o residencial está localizado. Um custo de quase 1 milhão de reais", informou.

IMG 2141

"Se a Prefeitura não fizer, as casas não poderão ser entregues. E quem perde é o povo", continuou Valmir Monteiro, explicando das dificuldades em se conseguir esse montante em dinheiro.

Também foram discutidos dois projetos que o Poder Executivo encaminhou para a Câmara Municipal em regime de urgência. Um trata do piso dos professores e o outro refere-se a cisão da Secretaria do Desenvolvimento Rural com a de Meio Ambiente.

Os vereadores entederam o reclame do prefeito e levarão a suas bases as dificuldades enfrentadas pelo município, e garatiram votar em projetos que vierem beneficar a população como também apoiar as mudanças de austeridade governamental.

Confira os projetos de Lei Complementar enviados à Câmara:

- Cisão da Secretaria do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Rural, dando origem à Secretaria Municipal do Meio Ambiente e à Secretaria Municipal da Agricultura e do Desenvolvimento Rural;

- Altera os apêndices da Lei Complementar de 22 de dezembro de 201, com as alterações introduzidas pela Lei Complementar de 18 de agosto de 2016 que dispõe sobre o Plano de Carreira do Magistério Público e do Município de Lagarto.

Ler 198 vezes Modificado em Terça, 16 Maio 2017 16:11