Prefeitura Municipal de Lagarto lança oficialmente o Programa Social “Criança Feliz”

Prefeitura Municipal de Lagarto lança oficialmente o Programa Social “Criança Feliz” Destaque

O evento foi realizado no auditório da Secretaria de Educação na tarde desta quinta-feira, 30 de novembro, e contou com a presença do prefeito Valmir Monteiro.

IMG 9710

A prefeitura Municipal de Lagarto através da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social e do Trabalho – SEDEST fizeram o lançamento oficial do “Programa Criança Feliz”.

IMG 9715

Esse projeto proposto pela primeira dama Marcela Temer, que está sendo aplicado em todos os estados brasileiros e portanto foi abraçado pela primeira dama do município, Andresa Nascimento, que vai incentivar as famílias a cuidarem melhor das suas crianças, isso acontece através de visitas promovidas por assistentes sociais do Governo Federal, orientado essas famílias de como o tratamento deve ser feito, de como a amamentação deve acontecer e também de algumas dicas de nutrição infantil.

O evento foi realizado no auditório da Secretaria de Educação na tarde desta quinta-feira, 30 de novembro e contou com a presença do prefeito Valmir Monteiro, da secretária Municipal de Educação Vanda Monteiro, da coordenadora da Atenção Básica Consuelo Silveira, que na ocasião estava representando a secretária de Ação Social Andresa Nascimento e representando a Câmara Municipal de Lagarto o vereador Fábio Frank, além de diversos servidores do CRASS e SEDEST.

IMG 9783

Várias mães de diferentes localidades do município estiveram presentes no evento para conhecer um pouco mais do projeto. O prefeito Vlamir lhes presenteou com quites pedagógicos e ofereceu um lanche no final do evento.

Para que serve o programa Criança Feliz

O programa prioriza crianças e famílias em situação de vulnerabilidade e risco social:

- Gestantes, crianças de até 36 meses e suas famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família;

- Crianças de até 72 meses e suas famílias beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada;

- Crianças de até 72 meses afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida de proteção prevista no Art. 101, caput, incisos

VII e VIII, da Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990, e suas famílias.

O programa serve para que essas crianças, principalmente das famílias mais carentes, tenham um acompanhamento adequado, conseguindo se desenvolver e criar boas raízes. Pois, muitas vezes, com o pai e a mãe tendo que trabalhar fora, essas crianças ficam sem uma orientação adequada, assim, o programa surge para preencher esse vácuo, o qual, tem uma importância enorme no desenvolvimento dessas famílias.

IMG 9792

Por fim, esse programa serve como amparo para as próprias famílias, que não sabem o que fazer para garantir uma educação melhor para os seus filhos e um desenvolvimento adequado. Isso é possível com visitas periódicas dos profissionais dos quatro Centros de Referência da Assistência Social – CRAS, de Lagarto, na casa dessa população mais carente.

De acordo com a coordenadora do projeto em Lagarto, Sandra Moura, a meta no município é de atender até 200 crianças, até o momento já foram cadastradas 150 famílias.

IMG 9725

Em seu discurso o prefeito Valmir pediu que cada um dos funcionários que estarão engajados neste projeto que observem atentamente as condições de moradia de cada uma das famílias a fim de identificar problemas ainda maiores na vida destas pessoas.

IMG 9775

“Nós desejamos que nenhuma família carente lagartense, especialmente nossas crianças, ainda sejam submetidas a viver em um ambiente insalubre, sem o mínimo de conforto e dignidade. Portanto, vamos, com fé em Deus, dar continuidade a um projeto que foi desenvolvido na nossa primeira gestão que foi o da erradicação das casas de taipa, onde ao longo de quatro anos, sem esperar pelos Governos, realizamos a construção de 400 casas de alvenaria espalhadas nos quatro cantos do município e doamos para os mais pobres”. Trecho do discursou o prefeito Valmir.

Ler 90 vezes Modificado em Sexta, 01 Dezembro 2017 09:24